quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Aurora Boreal em nível MÁXIMO - Grupo de setembro de 2012


No dia 14 de setembro nós da Geotrip Viagens (www.geotrip.com.br) viajamos mais uma vez para o Ártico em um grupo de 20 pessoas, sem saber que naquela viajem teríamos a  oportunidade única de ver uma aurora boreal em nível máximo, o número 10 na escala estabelecida pela Nasa para quantificar a força de radiação que forma a aurora boreal.

Email: danieljapor@gmail.com / contato@geotrip.com.br



Email: danieljapor@gmail.com / contato@geotrip.com.br

Já de início a viagem seria diferente das outras pois estaríamos indo no início do outono e não no inverno, como sempre fazíamos. Ao contrário da neve em enormes quantidades e muito frio, encontraríamos temperaturas amenas, colorido das folhas das bétalas antes de caírem, dias mais longos, etc..
 Já no dia de chegada em nosso destino inicial, a cidade de Tromso, conseguimos fugir das nuvens e chuva até um vale onde pudemos ver a primeira aurora boreal do grupo. Era uma aurora de nível  intermediário mas que servia como ótimo aperitivo.
No segundo dia continuamos com sorte e tivemos contato por algumas horas com as luzes do norte um pouco mais fortes. O terceiro e quarto dia foram difíceis, tempo fechado, chuva fraca, pouca radiação e mesmo com muita “caçada” acabamos não conseguindo ver nada.
No quinto dia estudamos a previsão e decidimos nos dirigir de micro ônibus e carro até o extremo norte da Finlândia, como fazemos em todas as nossas viagens quando a previsão é propícia. Logo no inicio da viagem de cerca de 200 km, o tempo se abriu e um lindo dia se formou, deixando toda a viagem pelos fiordes e montanhas ainda mais bonitos.
Chegando na fronteira da Noruega com a Finlândia, fomos recebidos por várias renas, bem em frente aos marcos e placas da divisa. O dia prometia!!
Após uma belo almoço com carne de rena na cidadela decidimos esperar escurecer, o céu não tinha uma nuvem sequer  e pelas previsões que acompanhávamos, online, pelo carro, a previsão era de que a aurora seria muito forte....Não deu outra!
Por volta das 9 da noite nos posicionamos entre algumas casinhas da cidadela, armamos nossas câmeras e tripés, checamos a previsão e levamos um susto. Os órgãos de previsão de radiação para aurora boreal indicavam o nível 9 e 10, os mais fortes possíveis e pouco depois o espetáculo começou.
A Terra foi atingida por uma super tempestade solar formadora da aurora naquele dia 19 de setembro e estávamos no lugar certo, na hora exata, no meio do nada, no planalto da Finlândia, com 180º de céu sem nuvens ou montanhas na frente.
Durante várias horas nosso grupo foi brindado com a maior aurora boreal que se pode ver. O céu parecia despencar sobre nossa cabeça com as luzes dançando com força, iluminando tudo, refletindo no chão, no lago. Mesmo sem qualquer lua podámos ver-nos no escuro, com detalhes, sob a luz verde da aurora. Os desenhos e formatos eram os mais variados, ela tomava o céu inteiro, em todas as direções, com uma nitidez absurda, parecendo que poderia ser tocada com as mãos. Mesmo alguns de nós, que já havíamos visto diversas auroras, em muitos anos, estávamos chocados com o que víamos. Em determinado momento ficou tão forte e especial que decidimos deixar de fotografar e simplesmente curtir aquele momento com os olhos fixos no céu. Algumas pessoas se abraçavam, outras gritavam e corriam, alguns deitavam no chão para observar melhor. Em determinado momento colocamos a musica clássica do Mozart bem alta no carro para dar um toque especial aquele momento.
Foi sem dúvida um dos dias mais espetaculares da vida de todos os que tiveram a sorte de ver o que vimos, um privilégio para poucos. Seguem algumas fotos :
































Após uma semana em Tromso, viajamos até a ilha de Svalbard, 2 horas de voo mais ao norte. Pousamos na pequena cidade mais ao norte do mundo, Longyearbyen e lá passamos 3 dias fantásticos!

Na primeira manhã fizemos uma caminhada até o topo do Monte Sarcófagum e em outro dia navegamos dentro de fiordes, passando por uma grande geleira até chegarmos a Pyramiden, uma cidade fantasma da antiga União Soviética que ainda se encontra perdida no polo norte.

Clique no vídeo abaixo para conferir essa aventura:





Para aqueles que desejarem conhecer nosso site segue o link: www.geotrip.com.br
Emails: danieljapor@gmail.com  ou  contato@geotrip.com.br

Estamos formando novos grupos para saídas no fim deste ano e início de 2013, até o mês de março.
Abraços a todos
Daniel Japor Garcia – www.geotrip.com.br


4 comentários:

J S S disse...

Muito bonito e um enorme privilégio ver estes fenômenos.
Parabéns.
Em fevereiro é minha vez :)

Ronaldo disse...

Que coisa! Por que não achei seu blog antes! Sempre quis presenciar uma aurora e adiei minhas férias de setembro por falta do que fazer...

Daniel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniel disse...

Ronaldo, conheça nosso site www.geotrip.com.br

vamos realizar esse sonho, se precisar estamos apor lá. grande abraço!